rejuvescimento a laser da face e pescoço

REJUVENESCIMENTO A LASER DA FACE E PESCOÇO

O rejuvenescimento a laser consiste em causar um dano controlado na camada profunda da pele e remover a camada mais superficial danificada pelo sol, levando ao aumento da produção de colágeno. Promove melhora da cor, textura, manchas, rugas e retirada de lesões superficiais, como ceratoses, e cicatrizes de acne. O laser de CO2 é o padrão-ouro para o tratamento do envelhecimento cutâneo.

Na última década, foi desenvolvido o laser de CO2 fracionado que permite menor tempo de recuperação e menores efeitos colaterais, se comparado aos lasers antigos.  As contra-indicações ao uso do CO2 são vitiligo, psoríase, lúpus, artrite reumatoide, peles muito escuras, histórico de quelóides, uso de isotretinoína (roacutan) nos últimos seis meses, uso de anticoagulantes e herpes ativo.

Os pacientes que escolhem o uso do laser para rejuvenescimento devem utilizar clareadores no preparo da pele durante um mês, evitar a exposição solar sem proteção e iniciar o uso de antivirais pelo menos dois dias antes do procedimento. Devem evitar o uso de substâncias anticoagulantes como o AAS, vitamina E ou ibuprofeno, dez dias antes do procedimento.

A vantagem do CO2 é que o tratamento pode ser individualizado, sendo que o médico pode tratar face e pescoço como um todo ou optar por realizar o tratamento de pequenas áreas na face, como as rugas ao redor dos olhos, boca ou cicatrizes de acne nas bochechas. É um procedimento que não exige hospitalização e pode ser realizado no consultório, sob creme anestésico.

No pós-procedimento, o paciente deve evitar lavar a face durante 24h. São aplicadas compressas de água gelada para diminuir a formação de crostas. No dia seguinte, deve ser realizada a limpeza da face 3 a 4 vezes ao dia e serem aplicados cremes cicatrizantes como acquaphor, nutrel ou cicaplast baume. É normal apresentar inchaço no dia seguinte ao procedimento, o qual pode ser diminuído com o uso de compressas geladas e dormir com a cabeceira da cama elevada. Pode haver coceira durante 12 a 72 horas e a pele começa a descamar em torno de 5 dias.

Após o período de uma semana, o paciente pode sair de casa, utilizando protetores solares com fator de proteção solar maior que 30 e proteção UVA e UVB. A pele pode ficar avermelhada por até 3 meses, mas pode-se usar maquiagem e hidratar a pele para abreviar a recuperação.

A melhora da pele realizada pelo laser é vista de forma contínua pelo estímulo à produção do colágeno. Geralmente, são necessárias duas sessões. O laser pode ser associado a outros métodos como preenchimentos, skinboosters, botox, laser para flacidez (doublo) entre outros, de acordo com a necessidade de cada paciente e avaliação médica.